Projeto Mozão 2018

Foi dada a largada para aquelas afirmações de que o ano todo passou e não se encontrou o famigerado amor. Ora, você quer me dizer que o ano todo você viveu em prol de encontrar alguém? E que tal parar e observar o quanto de você pode ser encontrado ao longo do caminho, são 12 … Continue lendo Projeto Mozão 2018

Anúncios

Ela, um divórcio e uma vida inteira

  Outubro de 2017.   Minha mãe tem sentido incômodos no punho direito, pouco acima da mão. Então me prontifiquei a massageá-la, na esperança de que pudesse aliviar as dores locais, ao menos por ora. Ela aceitou de bom grado, claro. Ao massagear o local, minha vista fora atraída por um detalhe em seu dedo … Continue lendo Ela, um divórcio e uma vida inteira

Qual o seu Faz de Conta?!

  Há um tempo passei a colecionar Faz de conta. E percebo que não é apenas um privilégio meu. O cotidiano traz uma série de diálogos dos quais sequer temos algum controle, ou vocês acreditam que esse nervosismo preconizado por duas setinhas azuis em um aplicativo não deixa explicita a nossa necessidade por controle?! O … Continue lendo Qual o seu Faz de Conta?!

Sobre a depressão:

Ninguém nunca vai entender o que é a depressão até passar por ela. É um fato, nem a pessoa com mais empatia do mundo vai ser capaz de entender um depressivo. Ele sente seu corpo doer, seu coração pesa, sua alma é machucada, e aí, na maioria das vezes ele acaba externalizando essa dor, como? … Continue lendo Sobre a depressão:

Não é bad!

É medo do futuro, medo do excesso de passado e cansaço do presente. É se sentir sozinho mesmo estando cercado de pessoas. É não ver motivos para levantar amanhã, ou pra sair da cama. É não suportar você mesmo e sua existência, é sentir-se um fardo. É sentir o ponteiro do relógio se arrastar e … Continue lendo Não é bad!

30 segundos para conjugar o verbo amar

“Entre as diversas formas de mendicância, a mais humilhante é a do amor implorado.” CDA E assim poderia começar mais um daqueles textos em que a mocinha diz não querer mais amar a vida inteira, como se o fato dela ter corrido atrás de certo rapaz representasse, de fato, amor.  A aventura é justamente essa, … Continue lendo 30 segundos para conjugar o verbo amar

Tudo bem não estar bem, amiga.

Tenho dito muito sobre a arte de silenciar. É! parece confuso. Precisamos guardar todas as nossas metas, fingir que não estamos lutando, parecermos sempre felizes e compartilhar apenas histórias agradáveis; apenas pelo fato de ninguém, ou quase ninguém, estar disposto a realmente escutar a resposta da pergunta “Tudo bem?” Certo dia brinquei com uma amiga … Continue lendo Tudo bem não estar bem, amiga.

Das flores

- Por que está triste? - Eu gosto de flores! - Pois, se isso é o que te falta, eu as comprarei para ti. - É exatamente isso que me deixa assim... - Que eu faça as tuas vontades? - Não. Hoje em dia todo mundo compra flores, mas ninguém planta seu jardim... - Bom, … Continue lendo Das flores

Uma xícara vazia

Hoje amanheceu cinza, fiquei olhando pra janela, esperando as gotas se chocarem contra o vidro e se tornarem uma só transparência, mas não choveu. Por que eu sempre espero a chuva quando estou triste? Talvez eu não goste de chorar sozinha, talvez me console saber que algo maior que eu também desaba. - o café … Continue lendo Uma xícara vazia

O desejo de pintar

"Infeliz, talvez, seja o homem, mas feliz é o artista a quem o desejo dilacera! Fico louco de vontade de pintar aquela que me aparece tão raramente e foge tão depressa quanto uma coisa bela, inesquecível, atrás do viajante levado pela noite. E já faz tempo que ela desapareceu! Ela é bela e, mais que … Continue lendo O desejo de pintar