Poderia ser a gente, mas você não colabora.

Postado em Atualizado em

Eu poderia citar milhares de motivos para te querer por perto, mas ainda assim, acho que tu só consegues me enxergar de longe. Me cumprimenta do outro lado da rua e eu sempre fico com a impressão de que ‘’aquele tchau não foi pra mim’’ ou será que foi? Tens rabiscado as entrelinhas com sinônimos de afetos, tão desconectados quanto as tuas ideias sobre virar a noite assistindo séries.

O tempo congela, toda vez que começas a discursar sobre os planos de ter uma filha, uma casinha a beira mar e um cachorro daqueles que roem os móveis da sala, mas deixa entreaberta a porta das minhas dúvidas e eu sempre acabo me perguntando qual seria o meu lado da cama, mesmo sabendo que eu posso ser apenas uma daquelas visitas com hora marcada.

Ainda não sei se eu acertei o pulo ou se só estou tropeçando nas minhas expectativas, porém, preciso admitir que amo escutar teu sotaque arrastado e sentir o cheiro dos teus cabelos quando está sentado ao meu lado. Gosto quando chegas com aquelas novidades sobre a tua rotina, acompanhadas de convites para algum show de uma banda que a gente curte, e mesmo quando estamos distantes um do outro, é como se estivéssemos ligados por algum motivo maior do que mensagens de bom dia apenas.

Não me interprete mal, mas ainda não consegui entender qual é a sua, ou melhor, qual é a nossa. Ao mesmo tempo em que minhas certezas estão cheias de dúvidas, parece que as tuas boas intenções ainda são tímidas para me dizer o que elas realmente querem comigo, e que a tua felicidade carece de mais atenção do que a minha. Acho que meu único medo é que ela não faça questão de me chamar de namorado. .

Por horas, tenho vontade de bater no teu apartamento, com a mochila nas costas e os pulmões ofegando de saudade para calar tuas possíveis justificativas com um beijo. Só não queria ficar aqui, no limbo de uma amizade em preto e branco, enquanto te escuto falar sobre como é bom ter uma vida colorida por cheiros e sons que se alinham perfeitamente aos meus.


Não demores a perceber que temos mais em comum do que rebuscado. Não finjas que o teu coração é surdo, se ele consegue ouvir o meu te pedindo pra ficar enquanto a gente se abraça. Quero fazer parte do seu presente como alguma coisa que você já possui e não sabe, queimar teu passado em qualquer churrasco de família e, se der certo, avisar aos desavisados que ainda não sabem que tu já tens um lugar para voltar, quando não tiveres para onde ir.

Anúncios

3 comentários em “Poderia ser a gente, mas você não colabora.

    Jane disse:
    29 de julho de 2016 às 14:59

    Tão lindo e tão triste!

    Curtir

    Natia Oliz disse:
    4 de agosto de 2016 às 03:17

    Linda poesia

    Curtir

    samyesuaspoesias disse:
    13 de agosto de 2016 às 01:56

    Achei divino este seu post, até porquê se encaixa com minha situação atual… amei…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s