Não é bad!

É medo do futuro, medo do excesso de passado e cansaço do presente. É se sentir sozinho mesmo estando cercado de pessoas. É não ver motivos para levantar amanhã, ou pra sair da cama. É não suportar você mesmo e sua existência, é sentir-se um fardo.

É sentir o ponteiro do relógio se arrastar e ao mesmo tempo sentir o que ele voa e você não pode fazer nada. É procurar algo pra fugir da realidade como bebidas e cigarros porque tudo o que é real não te agrada. É sentir que não se encaixa em absolutamente lugar nenhum. É se achar inútil, até nas melhores coisas que você faz.

É ter uma guerra dentro de si e ser seu próprio vilão, é você mesmo ser o seu próprio sabotador. É saudade, da família, de um amor, de sorrir verdadeiramente, dos momentos, e do que você era antes dessa porra toda te consumir a alma e te fazer estragar tudo o que você poderia viver. É sentir que o suicídio começa por dentro e que você já está morto há tempos, é ter um corpo vivo e uma alma morta.

É se sentir culpado sempre que alguém vai embora, e se sentir mais culpado ainda se esse alguém fica. “Será que eu estou a prendendo?”, “será que ela não merece coisa melhor?”, “será que ela está comigo só por dó?”.

É deitar-se todas as noites e não poder fugir do que você tentou fugir o dia inteiro, e você simplesmente, não poder ignorar. É sentir tudo desabando e você ter que fazer esforço pra respirar mais e mais uma vez, é sentir tudo doer, física e psicologicamente.

Não é bad, não vai passar com festas, pessoas novas ou sexo. É algo mais forte e pior. Você sabe o nome, eu não preciso dizer, só reforço: não é bad!

Anúncios

Autor: Mariane Santos

Observadora das coisas cotidianas, busca encontrar poesia até numa massa de pão (e que massa linda a que nós estamos falando, hein); observadora das sutilezas poéticas que cercam as pessoas; estudante de comportamentos humanos na escola da vida; aquela que decidiu não decidir, escreve para mostrar que as pessoas carregam coisas que não sabem, ou ignoram, e ela não esta falando de... ah, deixa. Ama cerveja mas sabe como apreciar um bom café.

Uma consideração sobre “Não é bad!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s