Das flores

flores

– Por que está triste?
– Eu gosto de flores!
– Pois, se isso é o que te falta, eu as comprarei para ti.
– É exatamente isso que me deixa assim…
– Que eu faça as tuas vontades?
– Não. Hoje em dia todo mundo compra flores, mas ninguém planta seu jardim…
– Bom, é muito trabalhoso, e as flores nunca ficam perfeitas.
– O que é perfeito para ti?
– Aquilo que olho, e acho belo.
– Tu disseste que eu era a tua flor.
– E és perfeita, pois és bela como nenhuma outra.
– Mas se tu não me cultivas, tu não me cativas…
– O que queres dizer com isso?
– A flor que só é bela aos cuidados de outrem, murchará ao precisar de teus cuidados, pois será trabalhoso, e o que foi belo, um dia ficará cansado.
– Continuo a pensar que comprá-las é o modo mais prático.
– Um pequenino disse uma vez, que é o tempo que dedicas à tua flor, que a torna especial.
– Mas o tempo custa caro, comprá-las, ainda é o modo mais barato.
– Mas se tu não me cultivas, tu não me cativas… Como esperas que contigo eu vá casar?
– Haverá muitas flores, tu irás gostar.
– Mas se tu não me cultivas, jamais poderá me diferenciar…

Hulle Horranna

Anúncios

Uma consideração sobre “Das flores”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s